Crime ocorreu em uma agência bancária de Parnamirim

Uma ação realizada por policiais civis da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur), com o apoio da Força Nacional e da Perícia Criminal, prendeu, nesta terça-feira (06), Douglas Vítor Araújo Nascimento, 21 anos, e Kércio da Silva Pereira, 32 anos, suspeitos de terem participado do roubo à agência do Banco do Brasil do bairro Cohabinal, localizado em Parnamirim, que resultou no latrocínio do cabo da Polícia Militar, Ivan Márcio da Costa Xavier, ocorrido no dia 26 de dezembro de 2016.

No crime, o cabo Ivan havia ido à agência para utilizar o caixa eletrônico, quando um funcionário chegou ao local com um malote de dinheiro, momento este em que dois criminosos apareceram em um automóvel modelo HB20, saíram do veículo e dispararam contra o policial. Através de investigações, policiais civis apreenderam um fuzil 556, no mês de fevereiro deste ano, em Mossoró, com membros da mesma associação criminosa, a qual teria participado do latrocínio contra o cabo da Polícia Militar, sendo esta arma de mesmo modelo utilizado no crime. Segundo resultados da Perícia Criminal, as impressões digitais encontradas no veículo são de Douglas e Kércio.

Segundo a delegada da Defur, Daniele Filgueira, os suspeitos tinham uma extensa ficha criminal referente à prática do mesmo crime o qual eles foram presos, e mantinham uma vida luxuosa. “Após o latrocínio, os criminosos abandonaram o carro a apenas 500 metros da agência bancária, isso mostra o quanto eles foram ousados. Também nos chamou a atenção o padrão de vida levado pela dupla. Os dois não trabalhavam e tinham uma ótima qualidade de vida, adquirindo produtos eletrônicos frequentemente, como celulares e notebooks, os quais eram trocados constantemente e com facilidade. Douglas, por exemplo, foi preso em uma casa de praia com piscina, localizada em Búzios”, detalhou a delegada da Defur, Daniele Filgueira.

A prisão da dupla ocorreu em cumprimento de mandados de prisão preventiva, sendo Douglas preso em uma residência, localizada na praia de Búzios, em Nísia Floresta, e Kércio na cidade de Parnamirim. A dupla foi autuada pelos crimes de latrocínio e associação criminosa, sendo encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Publicidade: