Informações sobre os impostos veiculares a serem pagos

Se você tem um veículo, comece desde já a ficar atento e procurar informações sobre o DPVAT 2021. Cobrado dos proprietários de veículos todos os anos junto com o IPVA, o DPVAT 2021 é um seguro que serve para indenizar vítimas de trânsito.

DPVAT é a sigla para Seguro de Danos Pessoas Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres. É um seguro pago pelo Governo a todos que se envolvem em um acidente de trânsito. Vale lembra que o DPVAT indeniza todas as pessoas desenvolvidas, tanto as causadoras do acidente como as vítimas.

✓ Veja ainda qual será o novo reajuste do salário mínimo 2021!

O DPVAT tem como objetivo suprir as despesas dos envolvidos em acidentes com remédios, hospitais e médicos. Porém, você deve saber que o seguro cobre somente os danos pessoais do acidente, e não os prejuízos materiais causados no veículo.

Valor do DPVAT 2021

O valor do DPVAT 2021 não será o mesmo para todos os veículos, já que a cobrança será feita com base na categoria a qual ele pertence. Vamos ver a seguir quais são essas categorias.

Categoria Preço atual Novo preço Diferença (%)
Automóveis particulares R$ 41,40 R$ 12 -71%
Táxis e carros de aluguel R$ 41,40 R$ 12 -71%
Ônibus, micro-ônibus e lotação com cobrança de frete R$ 160,05 R$ 33,61 -79%
Micro-ônibus com cobrança de frete, mas com lotação não superior a dez passageiros, e ônibus, micro-ônibus e lotações sem cobrança de frete R$ 99,24 R$ 20,84 -79%
Ciclomotores R$ 53,24 R$ 15,43 -71%
Motocicletas e motonetas: R$ 180,65 R$ 80,11 -56%
Máquinas de terraplanagem, tratores de pneus com reboques acoplados, caminhões ou picapes, reboques e semirreboques R$ 43,33 R$ 12,56 -71%

Por fim, na categoria 10, estão inclusos os caminhões, as caminhonetes do tipo “pick-up” que suportem até 1.500kg, as máquinas de terraplanagem, os equipamentos móveis licenciados e demais veículos.

Pagamento do DPVAT 2021

Realizar o pagamento do DPVAT 2021 é muito fácil, mas antes você precisa saber como emitir a sua guia de pagamento.

✓ Saiba como realizar o agendamento Seguro Desemprego 2021!

  • Acompanhe os passos abaixo:
  • Acesse a página da Seguradora Líder, administradora oficial do DVPAT;
  • Clique no seu estado;
  • Escolha um tipo de veículo;
  • Preencha os dados solicitados e conclua a emissão da guia de pagamento.

Em seguida, é só realizar o pagamento em um banco credenciado. A rede de bancos que aceitam o pagamento do DPVAT varia de acordo com o estado. Quando você emitir sua guia, o site informará onde você pode fazer o pagamento.

Indenizações e consulta do DPVAT 2021

O DPVAT 2021 oferece três tipos de indenização:

  • Até R$ 13.500 em caso de morte;
  • Até R$ 13.500 em caso de invalidez permanente;
  • Até R$ 2.700 para reembolso de despesas hospitalares e médicas.

Depois de dar entrada no seguro, você pode consultar e acompanhar seu processo de indenização através do site da Seguradora Líder, basta acessar essa página e preencher os campos com os seus dados.

Se quiser consultar pagamentos já efetuados, é só visitar essa página e seguir as instruções.

Todo trabalhador tem direito ao PIS? Entenda!

O PIS é um programa de benefícios destinado ao trabalhador. E embora tenha esse público em específico, não atinge a todos. O projeto foi criado por Lei, é administrado pelo Ministério do Trabalho em parceria com a Caixa Econômica Federal. E por isso, possuí requisitos e especificações sobre o perfil do beneficiado, com base em legislação federal.

Entenda o PIS

Em 1970 foi criado o Programa de Integração Social (PIS). A princípio o objetivo era iniciar um fundo de garantia para o trabalhador, com um valor depositado pela empresa. Algo parecido com o funcionamento do FGTS.

Mas o sistema foi atualizado, e o pagamento do benefício passou a ser feito por cotas. Utilizando um ano base como referência, e beneficiando trabalhadores da rede privada cuja empresa realize a declaração de Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Estas empresas devem cadastrar os funcionários aptos a receber o benefício no sistema do PIS e PASEP. Sendo que o PIS é sacado na Caixa Econômica Federal. E o PASEP no Banco do Brasil.

O número de PIS é o mesmo do Número de Identificação Social (NIS), e o registrado na Carteira de Trabalho. Além de ser utilizado para esse programa, é o mesmo código de identificação para o FGTS.

Qual trabalhador recebe o PIS?

Existe um grupo específico de trabalhadores que podem sacar o benefício. O abano salarial, por exemplo, que funciona para aqueles que estão cadastrados no PIS de 1990 em diante.

Para aqueles que foram cadastrados até 1988, pela empresa que prestava serviço com registro em carteira, o saque também pode ser feito mas com outras exigências.

Abono salarial: quem pode sacar?

  • Estar cadastrado no PIS há pelo menos cinco anos;
  • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base;
  • Ter exercido atividade remunerada para Pessoa Jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
  • Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

PIS para trabalhadores registrados até o ano de 1988:

  • Cadastrados no Fundo PIS/PASEP até 04/10/88;
  • Que não tenham sacado o total de saldo de cotas;
  • Cada trabalhador tem direito a uma única cota.

Como sacar o benefício?

Para sacar o benefício o trabalhador deve ser correntista de uma agência da Caixa. Caso não seja, é necessário criar uma conta corrente, ou solicitar a emissão do Cartão Cidadão para que seja feito o saque.

Com o cartão o beneficiado consegue além de retirar o dinheiro, consultar os próximos pagamentos, benefícios já sacados e todas as ações descritas no extrato PIS.

A data de pagamento varia conforme o mês de aniversário do trabalhador. E as cotas não se acumulam.

Em breve o estado do Paraná deverá começar a receber diversos tributos

 Em breve o estado do Paraná deverá começar a receber diversos tributos, entre eles o IPVA 2021, por isso é importante ficar de olho nas datas, já ir se programando para não perder o prazo de vencimento deste tributo tão importante. Respeitar esta data é muito importante já que evita os atrasos e incidência de juros.

Clique aqui para ter mais informações sobre o imposto no Paraná.

O IPVA 2021 PR nada mais é do que o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, esta que é uma taxa paga anualmente pelos donos de veículos, com uma maior obrigatoriedade em todo o Brasil.

No estado do Paranaense, por exemplo, a alíquota que é calculada para o IPVA Paraná recentemente sofreu reajustes, indo de 2,5% para 3,5%. Para o ano de 2021 a expectativa é que o imposto seja diminuído devido à desvalorização dos veículos.

Consulta IPVA 2021 PR

É importante deixar claro que o valor IPVA PR é diferenciado conforme cada um dos veículos, modelos e ano de fabricação. Tudo depende da desvalorização do mesmo, os valores para manter o veículo se tornam cada vez mais baixos, um motivo pelo qual os valores do IPVA acabam se tornando mais baixo.

Para que possa ser feita a consulta IPVA 2021 PR de acordo com o veículo é interessante entrar no site da Secretaria da Fazenda do Estado do Paraná onde é possível acessar estas e outras informações de forma exclusiva. Cada um dos indivíduos paga valores diferentes conforme seu veículo.

  • Acesse o site www.detran.pr.gov.br;
  • Preencha com o RENAVAM do veículo;
  • Digite o CAPTCHA;
  • Clique em “Consultar”.

Pagamento IPVA 2021 PR

Agora que os contribuintes sabem qual é o valor do IPVA Paraná, o que irá lhe permitir realizar o pagamento, desta forma o profissional poderá se regularizar perante a lei quanto ao seu veículo. Para realizar o pagamento IPVA 2021 PR os contribuintes precisam se manter no mesmo site citado anteriormente, emitindo a guia de recolhimento do imposto.

Esta guia poderá ser paga em qualquer agência bancária ou casas lotéricas até o seu vencimento. Assim que você consultar e conhecer o valor, poderá descobrir como proceder para realizar o pagamento, os contribuintes paranaenses deverão ter acesso a tabela IPVA 2021 PR. Com estas datas é possível se programar para realizar o pagamento com desconto ou de forma parcelada conforme a sua necessidade.

Caso não esteja regularizado o pagamento do tributo, você não terá como realizar o licenciamento do veículo, e por isso quem é pego com o licenciamento irregular, poderá ter o carro apreendido além de receber multa e pontos em sua carteira.

Oportunidades oferecidas pelo Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos

Todos os cidadãos que vão fazer a prova do Encceja para obter o certificado do Ensino Médio poderão estudar com a Apostila Encceja 2021 Ensino Médio. Nem todos tiveram a oportunidade de se formar no tempo regular e se você é uma dessas pessoas, não se preocupe. Aproveite e estude com a Apostila Encceja 2021 Ensino Médio!

O Encceja ou Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos deve ser realizado por todos os cidadãos brasileiros que desejam obter o diploma de conclusão do Ensino Fundamental ou Médio.

Antes, o aluno conseguia obter essa certificação de conclusão do Ensino Médio realizando as provas do ENEM, mas agora não será mais assim. Para obter o diploma do Ensino Médio, é necessário fazer a prova do Encceja.

Segundo o presidente o INEP, órgão responsável pela aplicação e realização deste exame, as questões das duas provas são muito parecidas.

Matérias presentes no Encceja Ensino Médio

As matérias são as que existem no currículo escolar para o Ensino Médio, por isso, os alunos não sentem muita dificuldade em realizar este tipo de exame, pois tudo o que está na prova ele provavelmente já viu em sala de aula.

Acompanhe a seguir quais são as matérias que caem na prova do Encceja específica para o Ensino Médio:

  • Matemática e suas Tecnologias;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;
  • Linguagens e Códigos e suas Tecnologias.

Quem pode fazer a prova do Encceja Ensino Médio?

O principal intuito da realização destas provas do Encceja é oferecer o diploma de formação no Ensino Fundamental e Ensino Médio para todos aqueles cidadãos que não tiveram a oportunidade de estudar e se formar no tempo regular.

Antigamente, só podiam fazer a prova do Encceja para Certificação do Ensino Médio os cidadãos brasileiros que morassem fora do país. Atualmente:

  • Qualquer cidadão brasileiro com 18 anos completos;
  • Cidadão que possua formação completa no Ensino Fundamental.

Portanto, se você se enquadra nesses requisitos, não perca tempo e faça esta prova. Quem estuda entra com mais facilidade no mercado de trabalho!

 Apostila Encceja 2021 Ensino Médio

Todo o material para você estudar para a prova do Encceja está disponível na internet, então, não tem desculpas para não estudar!

Na Apostila Encceja 2021 Ensino Médio você vai encontrar muitas questões semelhantes às que caem na prova, facilitando seus estudos.

Veja a seguir quais são essas apostilas e faça hoje mesmo o download de todas elas:

Ensino Médio

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Linguagens e Códigos e suas Tecnologias
  • Matemáticas e suas Tecnologias

Data da Prova

Ainda não foram publicadas oficialmente as datas das provas do Encceja em 2021, mas o candidato poderá acompanhar todas as informações diretamente no site oficial.

No edital que será publicado em breve, estarão contidas as datas em que as provas serão aplicadas, o horário, links para inscrição e demais informações, então, não deixe de se informar.

Quanto antes você se preparar, melhor será o seu rendimento na prova. Boa sorte!

Governo Federal oferece oportunidades a estudantes de baixa renda

Em 2004 o governo brasileiro instituiu em todo o Brasil, o Prouni, Programa Universidade para todos com o objetivo de oferecer a alunos de baixa renda, bolsas de estudos, integrais ou parciais, de acordo com as possibilidades de cada um, em faculdades privadas a quem seria concedida a isenção de tributos fiscais às Universidades que aceitassem as matrículas nessa modalidade de bolsa de estudo. O ingresso se daria pelo ENEM, Exame Nacional de Ensino Médio, onde o aluno teria de alcançar a média de 45 pontos.

O ProUni premiaria o aluno que alcançasse a pontuação mais alta, o que definiria a vaga. Ao aluno que melhor desempenho, caberia a escolha da Universidade que quisesse estudar. Como a Sabedoria Vem Com a Idade. É de se esperar que todos compreendam a realidade deste projeto, que é um prêmio ao bom aluno.

É uma pena que nossas instituições não são confiáveis, pois este processo de ingresso na Universidade, através dos exames do ENEM, me parece coisa de primeiro mundo e de uma rara justiça a quem de fato faz o primeiro grau para aprender, pois são raros os alunos concluintes do primeiro grau que entram na universidade sem o curso pré-universitário.

As inscrições Prouni podem ser feitas após a realização do ENEM e de forma online, pelo site do programa.

Acima de tudo, o ProUni e ENEM é um estímulo ao estudo. Quando no Brasil falam em Educação para todos, eu fico arrepiado, pois conheço e muito bem, como funciona a Educação em nosso país. Em primeiro lugar, não se deve falar em Educação. Isto é um erro. A escola tem por objetivo e ensinar, transmitir conhecimento, inteirar o aluno do conhecimento. A Educação é tarefa para a família.

Educação das Crianças, não é tarefa da escola, é tarefa da família. Uma criança que chega a escola e não sabe se portar, nem respeitar seus colegas e professores, não aprendem e o que é pior, dificulta o ensino. Certamente este aluno é um aluno que recebe maus tratos em casa, está com fome e muitas vezes têm uma família desequilibrada.

Não adianta o ProUni criar o ENEM para alunos desse perfil. Nenhum professor ensina, é o aluno que aprende, todo professor sabe disto. O aprendizado só acontece quando há a interação entre o aluno e o professor. Nossos alunos de hoje, em sua grande maioria, não são capazes nem de escutar seu mestre.

O Prouni, através do ENEM deve ser a bandeira daqueles que querem e desejam o avanço do ensino no Brasil. No dia em que as Secretarias Estaduais de Educação e o Ministério da Educação derem a partida, trocando o nome educação para ensino, nesses órgãos, o próprio nome já dará a conotação certa para a verdadeira finalidade das escolas, que é o ensino, pois os alunos são aprendizes e os professores não são educadores, são orientadores do ensino na sala de aula, que se concretiza na interação do aluno-professor.

O aluno que vai à sala de aula levando a educação e o respeito aos seus parceiros, é um verdadeiro Baú de Ouro para que se desenvolva o processo ensino-aprendizagem. O ProUni, desde a sua criação, em 2005, ofereceu 504 mil bolsas de estudos. Em 2009, no primeiro trimestre, foram dadas 95.684 bolsas integrais e 60.722 bolsas parciais.

Estudantes com menos condições financeiras tem oportunidades no ensino superior

O ProUni é um programa do Governo Federal criado para estudantes menos privilegiados na sociedade, tem como principal objetivo a doação de bolsas de estudo integrais e parciais para cursos de ensino superior em instituições particulares. Criado em 2004, as bolsas do ProUni ajudam tanto o aluno quanto à instituição conveniada, e esse auxílio às instituições é fornecido por meio de isenção de algumas taxas.

O Programa Universidade para Todos é direcionado para os alunos que estão cursando ou concluíram o terceiro ano do Ensino Médio em escolas públicas e bolsistas de escolas particulares que tenham a renda familiar de até 3 salários mínimos (R$1.530,00). Por intermédio da prova do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) os estudantes são avaliados e selecionados conforme o seu desempenho.

De acordo com a pontuação do ENEM o aluno também poderá contar com outros recursos do ProUni para que ele possa continuar seus estudos e esses recursos são Bolsa Permanência que é uma ajuda de custo de até R$ 300,00 para cursos de no mínimo 6 semestres de duração e no mínimo 6 horas diárias, o programa também fornece convênio com o MEC/CAIXA e o Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior).

O Resultado Prouni é divulgado através do site, assim como é feita a inscrição, você deve ficar atento para não perder nenhum passo do processo.

Até hoje o ProUni já forneceu por volta de 600 mil bolsas, sendo que 70% são de bolsas integrais.

Quais os Requisitos para Participar de Programas Sociais do Governo?

O projeto Minha Casa Minha Vida é um projeto do Governo Federal de habitação popular que beneficiou milhares de brasileiros. A proposta de conseguir uma moradia própria com baixo custo é de grande ajuda, mas é preciso saber se você tem direito. Saiba mais!

Como funciona o Minha Casa Minha Vida

O Minha Casa Minha Vida é um programa para atender famílias de baixa renda com moradias baratas. Vale tanto para zona urbana ou rural, com alguns diferenciais para cada tipo de público. A moradia não é dada. Ela é financiada pelos órgãos financeiros do Governo com juros baixíssimos, muito diferente se o financiamento fosse realizado com um banco sem o programa. As parcelas são baixas e com uma linha de crédito diferenciada de acordo com a renda de beneficiário.

Por que o programa é tão bom? Por dar linha de crédito a quem precisa. Um banco ou financeira costumeiramente não liberaria um financiamento para quem possui renda familiar baixa pelo risco da operação. As parcelas são relativamente alta quando se trata de comprar uma moradia e com isso muita gente não conseguiria realizar o sonho de uma casa própria.

Para muitas famílias o programa é a única chance de conseguir Morar Bem. Os bancos pagam ao proprietário do imóvel à vista e temem financiar algo a quem vive com renda baixa e costumeiramente não honra com seus débitos. O Minha Casa Minha Vida paga ao banco e assim o programa consegue beneficiar muitos. 

Você pode participar também de outros programas sociais do Governo, como é o caso do Bolsa Família. Esse programa é destinado as famílias que não estão em boas condições de saúde, alimentação e educação. O mesmo é pago mensalmente e possui um valor diferentes para cada família.

As datas de pagamento do benefício podem ser acompanhadas através do Calendário Bolsa Família 2020, que é liberado pela Caixa Econômica Federal. É importante que o beneficiário sempre acompanhe este calendário para não perder o prazo de saque do benefício.

Requisitos para o Minha Casa Minha Vida

Existem imóveis diferenciados de acordo com a renda familiar de cada um. Por isso é comum os bancários e sites se referirem ao programa como Minha Casa Minha Vida 1, 2 e assim por diante.

O pré-requisito básico é se encaixar na renda familiar solicitada. A renda familiar altera o tipo de pagamento e parcelamento. São elas:

  • Renda de até R$ 1.800,00 – neste caso o pagamento pode ser em até 120 parcelas. As parcelas vão de R$ 80 a R$ 270. Este é o grupo foco do programa e a maior parte de beneficiados. A garantia de pagamento é o próprio imóvel.
  • Renda de até R$ 2.600,00 – os juros são um pouco maiores, de 5% ao ano e com pagamento em até 30 anos. Neste caso pode ser um imóvel novo ou na planta ou até um terreno para construir.
  • Renda de até R$ 4.000,00 – os juros são mais altos e a parcela também, com financiamento mais curto. Não cobre todo o valor do imóvel, apenas R$ 29 mil da compra.
  • Renda de até R$ 7.000,00 – os juros são bem mais altos que o primeiro grupo e as parcelas maiores, mas podem usar o subsídio do Governo visando uma melhor residência. 

Como ter acesso ao Minha Casa Minha Vida

Para o grupo com renda de até R$ 1.800 é preciso fazer um cadastro na prefeitura de sua cidade. Cadastro aprovado indicarão a agência bancária para fechar o contrato mais próxima. Os demais grupos devem procurar uma agência da Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil para procurar as opções de financiamento para a sua renda mensal.

Confira o cronograma para participar do Enem

Foi divulgado o Resultado da primeira chamada do Enem 2020 do meio de ano, neste período do meio do ano, são 3 etapas se seleções sendo que o resultado da primeira das etapas foi divulgado dia 27 de junho, na segunda-feira, o processo de inscrições terminou dia 24 de julho, sexta-feira.

Chamadas

A segunda chamada será em 12 de julho e a terceira chamada será em 25 de julho. Para conferir se foi um dos selecionados, deverá acessar o site do Enem, no endereço siteEnem.mec.gov.br, caso o resultado aponte que você foi um dos selecionados nessa primeira chamada do Enem do meio do ano, deverá ir até a instituição de ensino para continuar com o processo e obter mais detalhes específicos junto à instituição. Ao acessar o site do Enem, para saber se você foi um dos aprovados no resultado, deverá fornecer ao site o seu número de inscrição do Enem 2020 e também o seu número de CPF.

Cronograma

No site oficial do Enem existe um cronograma, com todas as datas da 1ª chamada, 2ª chamada e 3ª chamada, quando serão divulgados os candidatos pré-selecionados e a data de quando será a comprovação de informações e processo seletivo próprio, além daqueles que ficarem na lista de espera.

O Ministério da Educação (MEC) está discutindo a possibilidade do fim das bolsas parciais oferecidas pelo Enem, esta é uma das principais mudanças que podem entrar em vigor no Enem 2020, outras mudanças também estão em discussão no MEC, todas elas devem ser enviadas ao Congresso Nacional até o início do segundo semestre de 2020, para que, se votadas possam entrar em vigor no Enem 2020.

Atualmente o Enem oferece bolsas completas e também bolsas parciais de 50%, para o interessado na bolsa parcial é preciso que a sua família tenha renda per capita de até três salários mínimos. No entanto, boa parte das bolsas parciais não estão sendo preenchidas, assim o MEC estuda a possibilidade de oferecer apenas as bolsas integrais, apesar disso, o próprio MEC também defende a bolsa parcial, assim a proposta ainda está em discussão para que seja enviada ao Congresso.

A possível proposta do fim das bolsas parciais do Enem deve ser enviada em julho para votação no Congresso na forma de medida provisória, além desta proposta também deverá ser enviada uma nova regra de mudança no mecanismo de isenção fiscal às instituições que aderem ao Enem.

Ritmo de estudos para ingresso em universidades de qualidade

Um novo ano se aproxima e muitos estudantes já estão preocupados em definir o ritmo de estudos para ingressar em uma boa universidade em 2021. O Enem tem sido uma porta para grandes universidades federais e tende ser cada vez mais explorado como avaliação no processo seletivo de outras universidades.

Começar a planejar os estudos desde cedo faz com que o ano de preparo do vestibulando seja muito mais tranquilo. E organizar o tempo é uma ótima estratégia para atingir o melhor rendimento sem ter que sacrificar outras atividades do dia-a-dia. Para isso, o ideal é pensar em longo prazo e planejar as tarefas de forma prática e eficiente. Então esta época do ano é ótima para desenvolver um ritmo e uma nova rotina.

Não existe nenhuma receita para o sucesso nos estudos, é uma questão pessoal descobrir qual a forma mais eficiente de aprendizado e fixação. Então, o começo do ano é bom para o estudante testar e tentar determinar a sua melhor forma de rendimento. Assim, o seu estudo fluirá ao longo do ano e o vestibulando estará mais apto a atingir os seus melhores resultados nas provas.

Anteriormente o Exame Nacional do Ensino Médio – Enem era utilizado para a conclusão do ensino fundamental e médio, mas isso mudou, essa função se dá ao Encceja 2021, Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos.

Esse exame acontece de forma nacional, em um mesmo dia, e deve ter sua inscrição realizada através do sistema INEP. As inscrições no exame podem ser realizadas através da página do participante, para isso, basta seguir o passo a passo e informar os dados corretos.

Uma dica que funciona para um número muito grande de pessoas é que, depois das aulas, o estudante reveja e exercite a matéria dada pelo professor. Depois disso, é importante ter um boa noite de sono para a fixação do conteúdo. É uma tática interessante porque o aluno segue um cronograma pré-determinado e consegue manter em dia o fluxo dos estudos. Para administrar melhor o tempo é necessário conhecer as prioridades pessoais. Assim, as tarefas serão realizadas com maior êxito.

Planejar a administração do seu tempo, durante os estudos, também é fundamental. Evite estudar em ambientes barulhentos, em horários alternados e sem estar alimentado e descansado. Organize seus dias e horários para conseguir melhores resultados.

Ter um objetivo claro é o primeiro passo. Programe seus estudos de acordo com as matérias e, dentro de cada matéria, elenque os temas por tópicos principais e desenvolva-os separadamente. Determine uma meta de estudos diários e procure cumpri-la de uma vez, evitando distrações e otimizando seu tempo.

O Enem é composto de 180 questões (divididas em dois dias) de níveis fáceis, médios e difíceis e uma redação. Além disso, é uma prova longa e pode ser cansativa. Então, o ideal é procurar as edições anteriores, refazê-las e checar os gabaritos, assim o estudante cria a percepção do tipo de questões, para priorizar as médias e fáceis, e também desenvolve intimidade com a prova.

Assim, o processo não será maçante e o vestibulando saberá a melhor forma de expor o seu conhecimento na avaliação. Além disso, estar atualizado é muito importante. As questões interdisciplinares têm sido cada vez mais recorrentes e o estudante agrega um conhecimento que poderá ser utilizado na argumentação da redação.

Ter o hábito de ler também é essencial, porque o estudante fica mais rápido e as falhas com a interpretação de texto tendem a diminuir, além de ser a fórmula para melhorar o desenvolvimento de dissertações.

É importante manter o foco, ter organização e equilíbrio. Isso fará a diferença, porque o estudo será mais eficiente e a tranquilidade virá à tona, o que é um aliado num momento como este. As datas de inscrição para o Enem ainda não foram definidas, mas acontecerão entre maio e junho.

Processo de seleção para iniciar um curso de graduação

O Sisu é um processo de seleção, que possibilita às pessoas de todo o país a oportunidade de ingressar no curso de graduação desejado sem a necessidade de viajar para realizar as provas de vestibular. Por meio do sistema, que utiliza a nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), se mantém a lógica da aprovação pela capacitação, sendo aprovados os candidatos melhor pontuados dentre os inscritos para cada instituição e curso.

A inscrição SISU é feita exclusivamente pela internet, onde o candidato deverá acessar o site disponível abaixo:

www.sisu.mec.gov.br.

As inscrições no Sisu são gratuitas e todas as instituições participantes do sistema devem oferecer acesso à internet gratuito para quem deseja se inscrever.

Após a etapa de inscrição SISU 2020, o sistema seleciona automaticamente os candidatos mais bem classificados em cada curso, de acordo com suas notas no Enem. 

Como consultar o resultado SISU

O resultado SISU 2020 é uma das partes mais esperadas por quem está concorrendo as vagas, os candidatos ficam ansiosos para ter acesso, mas como toda etapa desse programa tem data definida para ocorrer, não é diferente com o resultado do processo seletivo.

Para consultar o SISU resultado 2020, o candidato terá que acessar a página do programa, onde será publicado exclusivamente no site oficial e você poderá consultar através do endereço citado acima. Consulte também o cronograma para que você saiba quais serão as datas e todas as etapas, assim fica mais fácil saber quando elas irão ocorrer.

O resultado SISU 2020 poderá ser consultado também através, das instituições participantes e na Central de Atendimento do MEC, no telefone 0800-616161.

Agora que você já sabe como realizar a consulta SISU resultado e utilizar a nota do mesmo para ingressar numa universidade pública, não perca tempo e entre já no site do MEC para realizar o processo. Caso exista dúvidas, deixe um comentário logo abaixo. Boa sorte!